sábado, 19 de março de 2011

O poder da vibração.... "Amargo pesadelo" cena que marcou o filme

Cena que marcou o filme

O filme Amargo Pesadelo estava sendo rodado no interior dos Estados Unidos. O diretor fez a locação de um posto de gasolina nos confins do mundo, onde aconteceria uma cena entre vários atores contracenando com o proprietário do posto onde ele também morava com sua mulher e com o filho autista que nunca havia saído do terreno da casa.

A equipe parou no posto de gasolina para abastecer e aconteceu a cena mais marcante que o diretor teve a felicidade de encaixar no filme.

Num dos cortes para refazer a cena do abastecimento, um dos atores que sendo músico sempre andava acompanhado do seu instrumento de cordas aproveitando o intervalo da gravação e já tendo percebido a presença de um garoto que dedilhava um banjo na varanda da casa aproximou-se e começou a repetir a sequência musical do garoto.

Como houve uma 'resposta musical’ por parte do garoto, o diretor captou a importância da cena e mandou filmar. O restante vocês verão no vídeo.

Atentem para alguns detalhes:

 - O garoto é realmente um autista;
 - ele não estava nos planos do filme;
 - A alegria do pai curtindo o dueto, começa a dançar;
 - A felicidade da mãe captada numa janela da casa;
- A reação autêntica de um autista quando o ator músico quer cumprimentá-lo.
                 
Vale a pena a beleza do momento e, mais que tudo, a alegria do garoto.

A sua expressão. No início está distante, mas, à medida que toca o seu banjo, ele cresce com a música e vai se deixando levar por ela, até transformar a sua expressão num sorriso contagiante, transmitindo a todos a sua alegria.

A alegria de um autista, que é resgatada por alguns momentos, graças a um violão forasteiro. O garoto brilha, cresce e exibe o sorriso preso nas dobras da sua deficiência, que a magia da música traz à superfície.

Depois, ele volta para dentro de si, deixando a sua parcela de beleza eternizada "por acaso" no filme "Amargo Pesadelo" (Ano: 1972).
_________

Estava eu revendo as cenas desse filme, aliás, já bastante rodado pela Internet e me fez recordar no quanto a música é poderosa, no quanto a VIBRAÇÃO é poderosa! Ainda que por poucos momentos, como foi o caso aqui desse menino autista.
O pesquisador japonês Masaro Emoto, há poucos anos atrás com seu trabalho evidenciou efetivamente de que as energias vibracionais humanas, pensamentos, palavras, idéias e músicas, afetam a estrutura molecular da água, vale lembrar que somos 70% água!
Tive também a feliz lembrança de uma criança com um certo grau de autismo, onde eu  atendia anos atrás em um lar beneficente que amparava crianças vitimizadas pelos pais... Não foi por vibração de música e sim das amorosas vibrações de flores...  Foi-lhe dado as primeiras gotas e no dia seguinte a coordenadora telefona para mim dizendo que a menina (3 anos de idade), surpreendeu a todos, saindo de seu berçinho e andando por todo o berçário em cada uma das outras crianças.
Palavras do pesquisador e médico Dr. Richard Gerber: No mundo da medicina vibracional, a doença é causada não só por germes, substâncias químicas e traumas físicos; mas também por disfunções crônicas dos padrões de energia emocional e pelos maus hábitos de relacionamento da pessoa consigo mesma e com os outros. O caminho vibracional não usa bisturis e medicamentos de laboratório para tratar as doenças, mas sim diferentes formas de energia para produzir transformações curativas na mente, no corpo e no espírito do doente.
Portanto, cuide bem de você, somente nós podemos fazê-lo!
Lena Rodriguez
_______________

Google + 1

Talvez se interesse:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florais e Cia...