terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

LUGOL e seus benefícios – Um guia definitivo

O lugol é uma solução de l2 (1%) em equilíbrio com Kl (2%) em água destilada. Foi nomeada em honra ao médico Francês J.G.A. Lugol. O iodeto de potássio da tiborna é adicionado para aumentar a solubilidade do iodo por formação do ânion triatômico I3–.

lugol-composicao-quimica

A primeira vez que se ouviu falar do Iodo foi em 1911, a coloração roxa (Iodo em Grego) que deu origem a seu nome. Por volta de 1824 um médico Suíço tratou pela primeira vez uma determinada doença com um simples elemento. Assim nascia a medicina ocidental. O Iodo é sem dúvida o mais mal entendido nutriente do corpo humano. A Tireoide tem 3% de iodo, a pele 29% o osso 30% o tecido adiposo tem 32%.

Toda célula no corpo utiliza iodo, (glóbulos brancos necessitam de iodo para promover defesa contra infecção). Mamas, glândulas salivares, glândulas parótidas, pâncreas, fluido cerebroenspinal, cérebro (substância nigra), mucosa gástrica, pele, glândulas lacrimais, etc.

Quando o paciente está sendo suplementado com hormônio tireoidiano, ele precisa mais ainda de Iodo (lugol). Mais de 50% das pessoas possuem hipotireoidismo e não sabem. A habilidade de suar é controlada pelo iodo. Quanto mais suar, mais precisa de iodo. Quando você tem uma deficiência de iodo, tem uma predisposição a câncer de pele.

O Natrional Health And Nutrition Examination Survey (NHANES) mostrou que nos últimos 30 anos houve uma queda de 50% de ingestão de iodo. A explicação é bem simples, o nosso solo está ficando cada vez mais pobre de minerais. Durante esses 30 anos houve um crescimento de doenças tireoidianas (hipo, autoimune e câncer), mama, próstata, endométrio e ovário. Deficiência de Iodo é um problema importante de saúde pública em 129 países, em torno de 72% da população do mundo é afetada por deficiência de Iodo.

Mortalidade Neonatal diminuiu 50% com o tratamento das mães com deficiência de Iodo (Lancet). A solução de Lugol tira a imortalidade das células cancerígenas, fazendo com elas voltem a ter apoptose. Mulheres japonesas são as que consomem a maior quantidade de Iodo entre todas as mulheres no mundo, o Japão tem a mais baixa taxa mundial de mortalidade perinatal.

Os halógenos (Flúor, Cloro, Bromo e Iodo) competem entre si. A intoxicação com Flúor, Bromo e Iodo, comum nos dias de hoje, interfere substancialmente na função tireoidiana. Infelizmente, muitos remédios possuem na sua composição halógenos. Fluoxetina possui Flúor, Bromazepan possui Bromo, etc… Agravando ainda mais o problema.

PARA QUE SERVE O LUGOL?
Assim como o Cloreto de Magnésio o iodo lugol é necessário para garantir o bom desenvolvimento e metabolismo nos seres humanos.

PARA QUE SERVE DR. LAIR RIBEIRO

Alguns de seus benefícios incluem:

Taxas metabólicas: iodo influencia o funcionamento da glândula tireoide, auxiliando na produção de hormônios, que são diretamente responsáveis por controlar a taxa metabólica básica.

Nível de energia: o lugol também desempenha um papel importante em manter excelentes níveis de energia do corpo, garantindo uma ótima utilização de calorias, sem permitir que sejam depositadas como gorduras em excesso.

Unhas saudáveis, cabelos e dentes: Os benefícios do lugol incluem a formação da pele saudável e brilhante, dentes e cabelo. O lugol é um elemento importante no cuidado do cabelo, a falta deste mineral pode resultar em perda de cabelo. Além disso, ele também ajuda no crescimento do cabelo.

Sistema reprodutivo: O lugol ajuda no crescimento normal e na maturidade dos órgãos reprodutores. Uma quantidade suficiente de iodo em mulheres grávidas é essencial para evitar natimortos ou condições cognitivas como cretinismo dos bebês. Ele também garante a circulação adequada e ajuda no desenvolvimento da fala e da audição em bebês.

Doença fibrocística: o iodo pode reduzir significativamente as condições como a turgescência fibrose e a sensibilidade mamária O Iodo age como um alívio para doenças fibrocísticas e é amplamente utilizado até mesmo em terapias.
Iodo na morte celular programada: Iodo garante a apoptose ou morte celular programada, que é essencial na formação de novos órgãos, bem como na remoção de células malignas e células doentes.


Propriedades anti-câncer: Provavelmente, os benefícios de saúde mais importantes de iodo além da influência tireoidiana são as suas propriedades anti-câncer. Estudos têm demonstrado que as células cancerosas são reduzidas quando administrado iodo.
Iodo remove substâncias químicas tóxicas: iodo pode eliminar as toxinas químicas no corpo como chumbo, flúor, mercúrio, etc, além de toxinas biológicas e pode fortalecer o sistema imunológico. O iodo também evita a proliferação de bactérias nocivas no estômago.


Distúrbios da tireoide e Goitre: A deficiência de iodo é a causa básica da Goitre. Você pode consumir ovos, sal, alimentos do mar, produtos lácteos para facilitar a redução da deficiência de iodo, que funciona como uma cura para o aumento da glândula tireoide.

A SOLUÇÃO DE LUGOL
Entre os inúmeros minerais e oligoelementos necessários ao organismo humano, o iodo desempenha um papel particularmente importante. O Dr. David Bronstein, um dos maiores peritos mundiais na área da tireoide e do iodo, considera que 95% da população sofre de deficiência de iodo.

O Uso da tintura de Lugol oferece assim, um meio eficaz, seguro e simples de compensar estas deficiências. O uso de suplementos iodados é, aliás, utilizada e reconhecida há mais de uma centena de anos.

O químico francês Jean Lugol deu o seu nome a um preparado de iodo explorado desde o século XIX, que visa tratar as disfunções da tireoide. Nos últimos anos, esta fórmula voltou a ganhar um interesse considerável, na sequência da descoberta das suas inúmeras propriedades.

LUGOL E A TIREOIDE
O iodo ajuda a sintetizar as hormonas da tireoide e regula a produção de estrogênio nos ovários.
Ele impede tanto o hipotireoidismo como o hipertireoidismo. A reposição dos níveis de iodo inverte o hipotireoidismo e o hipertireoidismo.


LUGOL E A GRAVIDEZ
O iodo auxilia a apoptose  e por isso é muito importante  na gravidez , pois o feto está sujeito a mais apoptose do que qualquer outra fase do desenvolvimento. O iodo apoia o desenvolvimento espiritual e torna-nos mais inteligentes.

LUGOL E AS DOENÇAS
A deficiência de iodo é uma ameaça à saúde global. Doses elevadas de iodo podem ser usadas para reverter certas doenças. O iodo ajuda a síntese de proteínas, e diminui as necessidades de insulina em diabéticos.
O iodo previne doenças cardíacas. Protege a função da ATP – a fonte de energia do nosso organismo – e aumenta a produção de ATP. Neutraliza iões de hidroxilo e hidrata as células; ativa os receptores das hormonas e ajuda a prevenir algumas formas de cancro; previne a doença fibrocística da mama.

LUGOL E O SISTEMA IMUNITÁRIO
O iodo auxilia a função imunológica, destrói os patógenos, bolores, fungos, parasitas e malária. É anti-mucolítico (o que significa que reduz o muco e o catarro). Doses elevadas de iodo podem ser usadas para feridas, úlceras de decúbito, dor inflamatória e traumática, e restauração do crescimento capilar, quando aplicado topicamente.
O iodo ajuda na diminuição do tecido cicatricial, formações quelóide, e contraturas de Dupuytren e de Peyronie, que são condições hiper-cicatrizes.
O iodo também ajuda na desintoxicação do nosso organismo, eliminando halogênios tóxicos do corpo (incluindo radioativo I-131).

IODO, LUGOL, TIREOIDE, COLESTEROL; COLÁGENO. Fatos e controvérsias. 
Entrevista Dr. Kater.

AINDA FICOU COM DÚVIDAS? SAIBA TUDO SOBRE O LUGOL

O que é solução de Lugol?
É composto por Iodo metalóide (I2, Inorgânico) ( ou Iodo metálico ou ressublimado ou molecular ou elementar), Iodeto de Potássio (KI, Inorgânico) e água destilada.


Para que serve?
Eliminar a deficiência de Iodo, que é muito comum, e geralmente está
associado ao Hipotiroidismo. E como consequência ajuda a eliminar nódulos e cistos que existam no corpo devido à carência de Iodo.
Também serve para tratar e previnir câncer de Mama, próstata, síndrome do
túnel do carpo, fibromialgia, Hipertiroidismo, Doença de Graves, Tiroidite de Hashimoto e muito mais…


Qual a diferença entre Lugol 2% e Lugol 5%?
Segundo essa tabela abaixo 1 gota Lugol 2% possui 2,5mg de Iodo, enquanto
1 gota Lugol 5% tem 6,25mg de Iodo.

Como devo usar a solução de Lugol?
Coloque as gotas em meio copo de água, e tome pela manhã. Tem médicos que recomendam usar em jejum, mas também pode ser usado depois do café da manha, ou de se alimentar.
Caso alguém tenha problemas no estômago é melhor usar lugol somente depois de alimentar-se, pois assim reduz as chances de irritar a parede do estômago. Não é aconselhável fazer uso do Lugol à noite, pois para certas pessoas pode atrapalhar no sono. Você saberá se atrapalha ou não o seu sono somente testando.

Qual a dosagem devo usar de Lugol?
Para quem possui hipertiroidismo recomendo somente usar Lugol sob orientação médica, pois é um caso mais complicado de tratar. O Ivandélio Sanctus recomenda que se use 2 gotas Lugol 2% (5,0mg de Iodo) por dia, enquanto o dr. Kater e dr. Lair Ribeiro recomendam 2 gotas Lugol 5% ao dia (12,5mg de Iodo).
Qual a orientação seguir fica à critério de cada um. Se escolher 2 gotas Lugol 5% ao dia (12,5mg de Iodo) vai tratar mais rápido sua carência de Iodo comparado 2 gotas Lugol 2% (5,0mg de Iodo) por dia.

Somente com o uso do Lugol é o suficiente para fazer o efeito desejado? Infelizmente não. Ao usar doses elevadas de Iodo, deve alterar todo o nosso metabolismo além de mobilizar uma enorme quantidade de toxinas no corpo. Por esse motivo a suplementação com Lugol, necessita a utilização de várias vitaminas e minerais para o adequada utilização e ação do Iodo no organismo.
Sobre quais vitaminas e minerais são necessários, mas você usa se quiser, estão no Protocolo de Iodo, sendo ideal ser usado sob orientação médica.
Existe um grupo no face falando apenas sobre Lugol.
https://www.facebook.com/groups/comunidadelugol/1566150946939434/


Resumindo: É obrigatório o uso de selênio ao começar usar Lugol (se sua dieta for pobreem selênio) …. recomendamos 2 castanhas do pará ao dia, ou 200mcg de Selenometionina.

Se eu não tenho nenhuma alteração na atividade da tiróide, eu preciso do selênio ao usar Lugol?
Sim, pois usar lugol sem selênio mesmo sendo saudável, pode trazer alterações na tiróide. Ao passo que usando Selênio, ele protege a tiróide, auxilia na regulação hormonal adequada, como também ajuda a metabolizar algumas toxinas no corpo.
Acrescentando que a dieta dos Japoneses é rica tanto de Iodo como selênio na proporção adequada para a manutenção da saúde. E fazer uso de Iodo em alta dose sem ter uma contraparte de selênio pode prejudicar em vez de ajudar. Detalhe importante é que o Iodo é extremamente alcalinizante, é um antibiótico, antiviral, fungicida e antiparasita natural sem contra indicação.
E para acrescentar, quem se curou dos problemas usando Lugol, deve permanecer pois caso a doença esteja associada à falta de Iodo, descontinuar o Lugol vai voltar tudo de novo….. Tanto o Iodo como Magnésio (recomendamos o magnésio dimalato) são nutrientes essenciais ao nosso organismo, é o ideal usar para o resto da vida, pois são alimentos que fortalecem nosso corpo.

Faço uso de T4 ( Puran, Levoid, Euthyrox, Synthroid), posso parar de tomar T4 aoiniciar o uso do Lugol?
Com certeza não deve fazer isso. Deve continuar a fazer o uso de T4 junto com Lugol. Com o tempo, restabelecendo os níveis adequados de Iodo no corpo, sua tiróide aos poucos deve recuperar sua atividade normal, exigindo assim que seja reduzido a dosagem de T4 ao longo do tempo.
Se pesquisar na internet, você encontra casos onde os pacientes não precisam mais de reposição de T4, mas nem todo mundo tem a mesma sorte, ao menos ocorre uma redução da dose de T4 e uma grande melhora no bem estar do paciente.

Depois que comecei a usar Lugol o TSH aumentou, é normal?
Sim, essa alteração no TSH é o esperado.. indicada que o Iodo está sendo aproveitado.. indo para onde precisa no corpo…. O TSH deve permanecer alterado por 6 meses, enquanto isso monitore os níveis T4, T3 e T3 Reverso.


Veja o que o dr. Lair fala no final desse vídeo
Mesmo fazendo uso de Lugol 2%, Lugol fraco, o TSH deve alterar?
Sim com certeza, o nome lugo fraco (2%) ou forte (5%), se refere à concentração de Iodo.Mesmo usando 1 gota de lugol 2% ingere-se 2,5mg de Iodo, que já é muito para quem está muito deficiente de Iodo e possui uma dieta pobre em Iodo.
Fazendo uso de Lugol 2% vai demorar mais para fazer a reposição de Iodo no corpo, somente isso que muda em comparação ao Lugol 5%.
Eu faço uso de remédio X, Y e Z, posso fazer uso do Lugol?
Tem que ver com o médico, farmacêutico ou na bula do medicamento se interage com íons potássio K+, Iodeto I, e Iodo molecular I2. Senão mencionar nada na bula do medicamento, acredito que possa usar Lugol. Mas é bom confirmar antes com algum profissional da saúde.
Qual o melhor horário de usar selênio?
Segundo esse artigo do dr. Guy Abraham após 2 horas da ingestão via oral de Iodo/Iodeto ocorre um pico de concentração de Iodeto no soro sanguíneo. Portanto é melhor consumir as castanhas do pará ou selenometionina logo após de tomar lugol. Assim o corpo assimila melhor o iodo disponível no corpo.
Tenho somente Lugol 5% e quero diminuir a dosagem, é possível?
Coloque uma gota de lugol 5% em um copo, depois coloque água no copo inteiro.. Veja se a gota se espalha bem na água, para formar uma solução homogênea… Depois disso, beba a metade do copo… Assim vc está usando 1/2 Lugol 5% um pouco maior que Lugol 2%
Sinto que a minha tiróide começou a inflamar, e está me incomodando, o que faço?
Faça uso de mais 1 castanha do pará pelo menos ou seu suplemento de selênio… ela ajuda a desinflamar… remove o H2O2 peróxido de hidrogênio dentro da glândula, gerado por algum dano oxidativo… a enzima glutationa peroxidase (que precisa de selênio) é que elimina H2O2, e com isso desinflama a glândula… por isso mais selênio é necessário no processo inflamatório da tiróide!!!! Em conjunto também podem fazer o salt loading, não sei se ajuda aliviar esse sintoma
O meu frasco de Lugol tem prazo de validade de 6 meses, após essa prazo não posso mais usá-lo?
Pela determinação da ANVISA é necessário colocar no rótulo a validade do medicamento. No caso do lugol, basta proteger bem da luz, e do calor, se necessário. O Iodeto de Potássio é extremamante solúvel e não precipita e nem estraga… O Iodo metalóide (I2) este é sensível à presença de luz, e se decompõe formando o ânion Iodeto (I), por isso é necessário proteger o frasco da luz, para manter o princípio ativo inalterado.
Que tipos de especialistas ou médicos posso procurar para fazer tratamento com Lugol sob orientação médica?
Procure médicos treinados pelo dr. Lair, é só pedir uma lista de médicos entrando em contato com o escritório do dr. Lair….. Dr. Kater se vc for de São Paulo/SP… e médicos ortomoleculares. Tem opção de alguns nutrólogos… e tente procurar especialistas em medicina preventiva e antiaging, com estes especialistas tente confirmar se os mesmos fazem uso do Lugol no tratamento.
O que seria bom fazer antes de começar a usar Lugol?
Se for usar por conta própria, uma boa seria fazer exame para ter os valores de TSH, T4, T3, e T3 Reverso. Tirar a medida de temperatura basal de repouso, que consiste antes de levantar da cama, usar termômetro de mercúrio durante uns 8 mins, para registrar a temperatura, por pelo menos por 5 dias consecutivos.. Somar os valores registrados, e dividir por 5…. Se o valor médio for inferior que 36,6C você tem hipotiroidismo, e se acima, deve ter hipertiroidismo.
A cada mês ou 2 meses vc pode registrar sua temperatura para avaliar alguma evolução do tratamento com Lugol.
Tenho tiroidite de hashimoto, posso fazer uso de Lugol?
Sim, pode usar. Mas exige alguns cuidados adicionais. Se a contagem de anticorpos estiver alta, não sei se é bom começar usar o Lugol… Já que a tendência é a tiróide aumentar a sua atividade, e nessa situação o sistema imune pode atacar a glândula gerando a inflamação (tiroidite).
Se puder, faço uso de Lugol quando a contagem de anticorpos estiver controlada ou mais baixa. Recomendo que faça uso de 1 castanha do pará ao dia, 2 semanas antes de começar a fazer uso do Lugol. E conforme orientação dos grupos que seguem o protocolo de Iodo, vá devagar na dosagem de Lugol. Aconselho a usar Lugol 2%….. começando com 1 gota lugol 2%/dia + 2 castanhas do pará (ou 200mcg de Selenometionina) ao dia.
Depois com o tempo vá aumentado a dosagem de Iodo por gotas, e se surgirem sintomas estranhos, caso não tenha problemas de saúde, faça uso do salt loading. E durante o uso do Lugol, inflamar a tiróide, faça uso de pelo menos 1 castanha do pará ou mais se necessário, pois o selênio ajuda eliminar o processo inflamatório na glândula.
Tenho várias restarurações de amálgama nos dentes, posso usar Lugol??
Se quiser usar Lugol, faça uso de dose baixa com Lugol 2%. Caso vc já tenha Lugol 5% e quer reduzir a dose de iodo.. Coloque 1 gota de lugol 5% em um copo e preencha ele todo de água, e veja se mistura bem o lugol com a água. Depois tome a metade do copo, fazendo isso você está usando uma dose um pouco maior que 1 gota de Lugol 2%.
Reação DETOX devido ao uso do Lugol
A alergia ao lugol não é comum, mas pode ocorrer sintomas detox. Sintomas fadiga, febre, taquicardia, tosse, tontura, náuseas, dificuldade para respirar, gosto metalóide nos primeiros dias de uso, etc.
Em cerca de 5% dos casos pode ocorrer reação Herxheimer devido a destoxicação do bromo, neste caso é só dar uma pausa ou tomar em dias intercalados ou diminuir a dose ou tomar caso persista, para diminuir os sintomas detox: meia colher (chá) de sal integral (não pode ser sal refinado comum) em um copo de água e vitamina C 1 grama 2 vezes ao dia –  comprar vitamina C em comprimido de longa absorção (não usar vitamina c por efervescentes).
Dentre os inúmeros minerais e oligoelementos necessários ao organismo humano, o iodo desempenha um papel particularmente importante. O uso de suplementos iodados é, aliás, utilizada e reconhecida há mais de uma centena de anos. O químico francês Jean Lugol deu o seu nome a um preparado de iodo explorado desde o século XIX, que visa remediar as disfunções da tireoide.
Nos últimos anos, esta fórmula voltou a ganhar um interesse considerável, na sequência da descoberta das suas inúmeras outras propriedades. O Uso do Iodo inorgânico não prejudica a tireoide, ao contrário do iodo orgânico.
Para um funcionamento ideal da tiroide: A função principal do iodo reside na síntese das hormônios tireoideanos T4 e T3 pela tireoide. O Dr. David Bronstein, um dos maiores peritos mundiais na área da tireóide e do iodo, considera que 95% da população sofre de deficiência de iodo. O Uso da solução de Lugol oferece assim, um meio eficaz, seguro e simples de compensar estas deficiências.
Em 2007, o Dr. Chris Robin publicava a obra “Iodine remedies: secrets from the sea” mostrando outras propriedades curativas da mistura iodo-iodeto de potássio, tanto na utilização interna com em aplicação tópica, com ações benéficas contra o crescimento tumoral, nos quistos dos ovários, contra as reações alérgicas e auto – imunes, nas cicatrizes com queloides, nas fístulas, nas hemorróidas, nos quistos sebáceos, nas infecções vaginais e tanto na doença de Dupuytren como na de Lapeyronie.
Contra as doenças fibrocísticas: Deve-se, contudo, ao Dr. Jonathan V. Wright o mérito de ter aprofundado as novas aplicações desta solução de iodo – iodeto. Demonstrou, em particular, que a formação de quistos da mama na mulher (doença fibrocística) atingia mais de 50% das mulheres menopáusicas ou na pré menopausa e que um tratamento à base de solução de Lugol, durante três a seis meses, à razão de apenas 9 gotas diárias em média, poderia erradicar estas fibroses císticas, sem originar a interrupção do funcionamento da tireóide.
Um tratamento preventivo e curativo contra determinados tipos de câncer: Segundo outras investigações, a solução de Lugol poderia intervir como agente preventivo e curativo de alguns tipos de câncer, e mais particularmente no câncer de mama. O mecanismo explicativo resultaria da capacidade do iodo interagir com os estrógenos. Na verdade, o iodo propicia o metabolismo do estrógenos e do 16-alfa-hidroxiestrona – estrógenos cancerígenos – em Estriol, que é um estrógeno neutro para o organismo. De entre outros estudos, os do Prof. Abraham e seus colaboradores insistiram na relação estreita entre o câncer de pulmão e a insuficiência de aporte de iodo. As mulheres japonesas com aportes suficientes de iodo apresentam as mais baixas taxas de câncer do pulmão e também de câncer dos ovários e do útero. Esta solução pura não tem qualquer dos agentes vulgarmente adicionados como desinfetantes (tipo cloreto de benzalcónio). Muito barata, eficaz e de largo espectro de ação, esta solução pode e deve fazer parte dos indispensáveis da farmácia familiar.
Precauções de utilização:
Não utilizar a solução de Lugol como adjuvante de tratamento para emagrecimento, pois este produto aumenta o metabolismo da tireóide;
Não associar com doses fortes de cafeína devido a um possível efeito excitante;
Não exceder a dose diária recomendada; Como com qualquer suplemento nutricional, consulte um profissional de saúde antes de usar se estiver grávida, amamentando ou se você tiver um problema de saúde;
Não Utilizar se o produto mudar de cor.
Composição:
Iodo (I² diiodo) 5,0%
Iodeto de Potássio (KI) 10%
Água destilada qsp 30ml
OBS: este é o Lugol forte, o lugol básico contém I² 2,0% e KI 4,0%
Modo de Usar: Conforme orientação médica.
Cada gota contém 6,5 mg de IODO ELEMENTAR.
Informações e orientações complementares aos pacientes:
Ingerir com as refeições ou com 250 mL de leite ou água, para evitar desconforto gástrico;
É rapidamente absorvido no trato intestinal;
Início da ação: 15 minutos;
Duração da ação: 24 horas;
O iodo concentra-se principalmente na tiróide, mas também é encontrado em glândulas salivares, mucosa gástrica, plexo coróide, placenta e glândulas mamárias;
Eliminação: 90% por via renal e aproximadamente 10% por via fecal, suor e leite materno.
Toxicidade crónica por exposição ao iodo: Contato com a pele:soluções de iodo e iodeto de potássio podem causar reacções alérgicas após exposição crônica. As soluções de iodo são conhecidas por serem sensibilizantes;
Ingestão: a ingestão de iodo ou seus derivados, e o uso prolongado destas substâncias, sobretudo através da ingestão de medicamentos que os contenham em doses bastante elevadas podem provocar intoxicação. Esta situação é denominada de iodismo.
Não existe dose a partir da qual se verifica o iodismo. A sensibilidade ao iodo varia de pessoa para pessoa. Os sintomas do iodismo são: um desagradável sabor metálico, ardência na boca e na garganta, gengivas doridas e dentes sensíveis, aumento da secreção salivar, espirros, irritação dos olhos e pálpebras inchadas, dor de cabeça muito forte, irritação das mucosas do tracto respiratório, provocando tosse, pode ocorrer inflamação da faringe, laringe e amígdalas, lesões cutâneas, que podem aparecer nas áreas seborreicas sob a forma de acne, irritação gástrica e diarreia, em que se pode por vezes verificar a presença de sangue nas fezes.
Os sintomas do iodismo desaparecem rapidamente quando a exposição cessa.
VALE A PENA SALIENTAR
Tenho percebido o uso indiscriminado de lugol pelas pessoas. E elas o têm feito com toda tranquilidade, sem saber o risco que estão causando à própria saúde.
O lugol é um suplemento de iodo, que por sua vez é um nutriente de vital importância para o nosso organismo. O iodo é essencial para a função tireoidiana e para a manutenção do metabolismo eficiente.
Sua deficiência pode causar inúmeros problemas, inclusive câncer. Mas como tudo em excesso é perigoso, abusar na suplementação do iodo pode também causar sérios riscos à saúde, como hipotireoidismo subclínico, por exemplo, que faz com que a tireoide produza pouco hormônio tireoidiano.
Inclusive, a American Thyroid Association emitiu um alerta sobre os riscos relacionados à grande quantidade de iodo, especialmente de iodeto de potássio. Por isso, vale o alerta com relação ao iodeto de potássio, lugol ou ioderol e kelp (alga marinha), pois eles possuem dosagens de iodo mais altas do que o tolerado para o iodo.
A Associação alerta para a ingestão de iodo ou kelp contendo mais de 500 mcg de iodo por dia e reforça que o a ingestão acima do limite, que é de 1.100 mcg de iodo por dia, pode causar disfunção de tireoide.
Recomendações de dosagem
As recomendações para o iodo são de 150mcg para adultos; 220mcg para gestantes e 290mcg para mulheres que estejam amamentando. Existem casos onde o Dr. Jorge Flechas, um dos maiores especialistas no uso do iodo e que trabalha com esse suplemento há pelo menos duas décadas, usa dosagens maiores do que as indicadas, chegando a aproximadamente 12,5 mg por dia dependendo da situação.
Estou dizendo isso para que você entenda a necessidade de conversar com o seu médico antes de fazer qualquer tipo de suplementação. Ela deve ser sempre monitorada por um especialista para que você não corra nenhum tipo de risco e atinja os resultados esperados.
Referências bibliográficas:
• Journal of Toxicology and Environmental Health, 37:535-548, 1992
• Goodman and Gilman’s The Pharmacological Basis of Therapeutics, eds. A. G. Gilman, L. S. Goodman, T. W. Rail, and F. Murad, 7th ed., pp. 1389-1411. New York: Macmillan.
• J. Toxicol. Environ. Health 32:89-101 1991
• Journal of Toxicology and Environmental Health 1998, 55:93-106 • Iodine: Why You Need It: Why You Can’t Live Without It, Medical
• Alternatives Press, West Bloomfield, Michigan, 2006 
• Iodine Nutrition – More Is Better, New England Journal of Medicine, Vol 354: pages 2819-2821; June 29, 2006. • Abraham, G.E., Flechas, J.D., Hakala, J.C., The Original Internist, 9:30-41, 2002.


Fonte

_____________________
CUIDE BEM DE VOCÊ
Avaliação por RADIESTESIA dimensão MENTAL do distúrbio, que afeta o EMOCIONAL e COMPORTAMENTAL, interferindo na SAÚDE FÍSICA do ser humano.
ATENDIMENTO ONLINE BRASI

segunda-feira, 20 de novembro de 2017

AVELOZ (Euphorbia tirucalli)

Arbusto exótico pode ser a chave para a vitória na batalha contra o câncer!

O aveloz agora está sendo usado para tratamento de redução de tumor de câncer.

Estas são apenas algumas das frases usadas para a publicidade do aveloz, um remédio preparado a partir da seiva leitosa de um arbusto brasileiro de nome cientifico Euphorbia tirucalli. Hoje é vendida nos Brasil em forma líquida ou nos Estados Unidos e em glóbulos por médicos naturalistas.

Euphorbiaceas (eufórbio) produzem uma seiva branca semelhante ao látex que é extremamente irritante para a pele e membranas mucosas e podem produzir inflamação na pele, conjuntivite nos olhos, queimação na boca e garganta, diarréia e gastrenterite.

LIVRO DO PROFESSOR LELINGTON

Aveloz (Euphorbia tirucalli)
Sinonímia: Árvore-do-lápis
Família: Euphorbiaceae
Habitat: Originária da África e de lá foi levada para outros países tropicais. No Brasil se adaptou bem no nordeste.
Partes usadas: Látex retirado dos ramos.

É um  arbusto que pode atingir  até 3 metros de altura, possui ramos verticiliados, cilíndricos, extremamente ramificado, com coloração verde. Dá uma excelente cerca viva.

Propriedades químicas: constituído por hidrocarbonetos terpênicos e aldeídos. Óleos essenciais (eugenol), hidrocarbonetos terpênicos, aldeídos, látex, goma tirucalli, ésteres de forbol) e ingenano ésteres de ingenol, 4-desoxi-forbol e 12-O-tetradecanoil forbol-13-acetato; 12-0-(22) (4E)-octadienol-4-deoxiforbol-13-acetado; ácido 3, 3’-di-0-metil-elágico; beta-sitosterol; ácido cítrico; ácido elágico; eufol; euforona; glucose; hentriacontanol; isoeuforal; kaempferol; ácido málico; sapogenina-acetatos; ácido succínico; taraxasterol; taraxerina e tirucalol.

Propriedades terapêuticas: Antiasmática, anticarcinogênica, antiespasmódicas, antibiótica, antibacteriana, antivirótica, fungicida e expectorante.

Indicações: na medicina alternativa é usado o suco (látex) leitoso cáustico, de efeito irritante na pele e aos olhos porém o seu suco dissolvido em água é indicado para tratamento de tumores cancerosos e pré-cancerosos.

Recentemente, pesquisadores americanos, começaram a interessar-se pelo aveloz e descobriram propriedades fantásticas contra o carcinoma maligno, e como complementos de outros procedimentos médicos. Vejamos resumo do artigo do Padre Raymundo E. Weizeumann, SJ, no “Livro da Família”, 1994, páginas 170 e 171. Sobre o efeito do aveloz em pacientes com câncer:

ADEUS CÂNCER?

Antes de mais nada, quero deixar bem claro que nunca desautorizo a medicina. Não me intrometo onde não posso, pois não sou médico. Apenas por acaso descobri esta planta para minha cura de fístula, que, parece, está também dando certo com pessoas que sofrem de câncer.

Observando mais de 200 pessoas que tomaram o aveloz pude tirar algumas conclusões:

1 – Pessoas que sofrem de câncer podem tomar até três gotas de seiva do aveloz contra o câncer, diariamente.

2 – Tomar uma gota de cada vez em três vezes ao dia, em meio copo de leite, após as refeições. Assim se garante uma ação contínua.

3 – Tomar a seiva pura faculta uma cura mais rápida, mas deve-se continuar o tratamento até três meses após o desaparecimento dos sintomas. E mesmo depois voltar ao tratamento de vez em quando, por uns dois anos.

4 – Continuar o controle médico. Só ele pode declarar uma cura definitiva.
Quando começou a propaganda do aveloz?

“Eu, pessoalmente, sofria de uma fístula pleural durante quase cinco anos. Uma cirurgia seria perigosa, segundo alguns médicos. Achavam que eu deveria conviver com este incômodo até o fim da vida. Saía muito pus. Um dia me lembrei de usar o aveloz. Deu certo. Em apenas três semanas a fístula desapareceu. Isto já faz ano e meio. Continuo bem…
Vejamos o efeito do aveloz em duas pessoas:
Dona Maria Helena Nunes, funcionária antiga do Colégio Anchieta de Porto Alegre, sofria de câncer das mamas. O uso do aveloz fez desaparecer totalmente todos os nódulos em apenas duas semanas. Ela estava sob observação médica, que constatou câncer. Após um ano de desaparecimento dos sintomas de câncer, voltaram os nódulos. Voltou a tomar aveloz. E novamente ficou sem os sintomas. Deverá tomar o aveloz durante mais tempo.
A Irmã Regina Kunzler, da Congregação das Filhas do S. Coração de Jesus, estava condenada à morte com câncer generalizado dos intestinos. Os médicos lhe davam no máximo dois meses de vida. Tomou o aveloz. E hoje está trabalhando no Hospital de Santo Ângelo, RS. Está com boa saúde. A cura foi em maio de 1992. Ela se sente bem. Não sente mais nada da doença. Aguardamos algum tempo para poder falar de uma cura definitiva.
Poderia mencionar ainda muitos casos de pessoas doentes de câncer que tomaram o aveloz e não sentem mais nada. Todos os sintomas desaparecem…

Mais de 200 pessoas já me pediram informações sobre o aveloz. Entre os doentes de câncer pude verificar um grande número de tumor pulmonar. Só um não fumava… Entre as mulheres o câncer mais comum: das que pediram informações, a maioria tem câncer das mamas, útero e ovários”.

Toxidade: Por ser altamente cáustico, o látex precisa ser diluído em água. O látex puro pode provocar até uma hemorragia. Devido  a sua toxidade, o professor Lelington, químico fitologista – UFPR, aconselha  que o uso mais seguro do aveloz  é de glóbulos homeopáticos*, pois tem o mesmo efeito das gotas e não agridem o estômago. Usar seis glóbulos sublingual de manhã e a noite. Ou se preferir xarope de avelós.

Fonte: livro: As Sensacionais 50 Plantas Medicinais Campeãs de Poder Curativo – Lelington lobo Franco – Editora Lobo Franco- Curitiba.

TESTES COM AVELÓS

Mais uma planta que já era usada nos tradicionais chás medicinais poderá ser usada para tratamento médico ‘oficial’, na cura do câncer. Desta vez estamos falando da avelós (Euphorbia tirucalli), que produz uma seiva semelhante ao látex, que é muita tóxica e cáustica.

Estudos iniciais realizados pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa Albert Einstein, em São Paulo, mostram que ela conseguiu estabilizar o quadro clínico de uma doente terminal e que também foi eficaz no alívio das dores.

A planta é encontrada no Norte e no Nordeste do país e, por sua toxidade, os cientistas primeiro precisaram isolar apenas as substâncias benéficas da planta. Depois, transformaram-as em uma pílula, chamada de AM10. Se a eficácia da droga for comprovada nos próximos estudos, ela poderá se transformar no primeiro medicamento oncológico nacional.

Já foram realizados testes in vitro e com animais, nos quais a droga funcionou bem contra as células de tumores. Nessa fase, os estudos foram feitos na Universidade Federal do Ceará e na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

O Einstein participa há um ano, na Fase Um da Pesquisa Clínica. A droga foi testada em sete pacientes oncológicos terminais, que já haviam recebido os tratamento disponíveis sem obter resposta positiva. O intuito do estudo foi descobrir a dose máxima da substância tolerada pelo organismo, não de medir sua eficácia.

Ainda assim, uma paciente do grupo de estudo, com câncer metastático, teve a doença estabilizada. Mas não se sabe ao certo qual a participação da planta na melhoria do quadro.Os outros pacientes tratados com avelós relataram melhora da dor, o que indica que a droga talvez seja um bom analgésico, e não um anticancerígeno. Porém, a expectativa em torno da descoberta é grande.

A Fase Dois da pesquisa avaliará 40 pacientes oncológicos de outras cinco instituições, entre elas o Instituto Arnaldo Vieira de Carvalho e a Faculdade de Medicina do ABC. Será testada a atividade do princípio ativo nas células tumorais.

Os cientistas alertam, ainda, que não se deve tentar fazer o chá da planta em casa, pois o látex que contém é extremamente tóxico.

Fonte: Int’l MDs: Clinical Trial Info for mTOR Inhibitor AFINITOR (everolimus)
Institutos paulistas estão convocando mulheres com câncer de mama em estágio avançado para testar um novo tratamento à base de fitoterápicos. O tratamento é totalmente gratuito, com duração aproximada de seis meses.

De acordo com a Anvisa (Agência de Vigilância Sanitária), os fitoterápicos são medicamentos obtidos a partir de plantas medicinais, que são aquelas capazes de aliviar ou curar enfermidades.

O estudo é voltado para mulheres acima de 18 anos, com no máximo dois tratamentos quimioterápicos anteriores para câncer de mama em estágio avançado, ou seja, pacientes com diagnóstico de câncer metastático (que a doença tenha se espalhado para outra parte do corpo).

Os testes vão substituir as terapias convencionais, como a quimioterapia, por um medicamento fitoterápico, que neste período de desenvolvimento recebe o nome de AM 10. Trata-se de uma substância sintetizada no Brasil a partir da planta medicinal aveloz.

Cada paciente tomará um comprimido três vezes ao dia, o que permitirá verificar a atividade terapêutica da droga, avaliar a possibilidade de controle da doença, o perfil de toxicidade e a ocorrência de efeitos colaterais.

Esta é a segunda fase da pesquisa. A primeira fase (pré-clínica) foi concluída com resultados positivos, com a realização de análises em células e animais, explica Luiz Pianowski, coordenador da pesquisa.

– Descobrimos que o AM 10 tem uma ação citotóxica, ou seja, que mata as células, e outra apoptótica – que incentiva o suicídio delas. Mas observamos também uma ação seletiva da substância, focada em células modificadas (cancerígenas), ou seja, ela mata mais células tumorais do que células vivas.

Os testes clínicos serão realizados pelos seguintes institutos:

Faculdade de Medicina do ABC, Hospital Albert Einstein, Instituto do Câncer Arnaldo Vieira de Carvalho, Hospital Sírio Libanês e Centro Paulista de Oncologia.

Os estudos são coordenados pela Pianowski & Pianowski, empresa de Pesquisa e Desenvolvimento Farmacêutico, pela PHC – Pharma Consulting, consultoria especializada em indústria farmacêutica e pelo Instituto Israelita de Ensino e Pesquisa do Hospital Albert Einstein.
>>> 

OUTRAS PESQUISAS

Uma erva comum nas regiões Norte e Nordeste, principalmente no Piauí, foi apresentada ao vice-presidente José Alencar como alternativa para a cura do câncer. Depois de 15 cirurgias e luta por 12 anos contra a doença, ele recebeu a proposta do governador Wellington Dias, que o visitou por uma hora e meia na manhã desta segunda-feira, em Brasília, acompanhado de Auro Costa, do Departamento Jurídico do Sistema Integrado de Comunicação Meio Norte.

O tratamento fitoterápico tem como base os avelós, ou “cachorro pelado”, já estudado por cientistas brasileiros.

Além do produto, Wellington Dias levou um amigo como exemplo de que o tratamento pode ser útil. Auro Costa garante que foi curado de um câncer de próstata após o tratamento, e levou informações literárias e cópias de entrevistas ao vice-presidente. “É uma doença agressiva, mas me emociona muito o apoio que tenho recebido de todo o Brasil”, declarou José Alencar, que perdeu 10 quilos nos últimos tratamentos de quimioterapia.

“Há cerca de um ano tentávamos contato com ele e, agora, estamos tendo essa oportunidade única. Queremos que ele conheça o produto, se informe sobre os estudos que estão sendo feitos no Hospital Albert Einstein. Não existem estudos mais aprofundados no Brasil, com planta medicinal, para o tratamento do câncer”, declarou Auro Costa.

Os avelós, cujo nome científico é Euphorbia tirucalli, está sendo usado em pesquisas para o câncer de mama e de próstata, mas estima-se que ela pode curar até 16 tipos da doença, além de ser útil contra os demais casos. “Ele se mostrou muito entusiasmado e interessado. Ligou para o seu médico e fez muitas perguntas. Vim como amigo”, disse o governador Wellington Dias.

AVELOZ – EUPHORBIA TIRUCALLI BOISS
Por Dra. Loreta Burlamaqui da Cunha (25-Mai-2000)

Meu nome é Carlos Henrique Silveira, sou professor do Centro de Nutrição da Universidade Federal de Santa Catarina e tenho acompanhado e participado de pesquisas junto ao corpo clinico do Hospital Universitário. Estou atualmente trabalhando em pesquisa de plantas medicinais e gostaria de saber dos profissionais envolvidos neste projeto se teriam alguma informação sobre uma planta chamada popularmente de AVELOZ e de nome científico EUPHORBIA TIRUCALLI BOISS, preciso de informações do tipo Usos terapêuticos, Toxidade e Efeitos colaterais, soube recentemente que a Universidade de São Paulo estaria usando essa planta em pacientes e que ja teriam alguns resultados. Seria possível receber essa informação?
..
Caro Dr. Carlos Henrique:
A planta chamada de Aveloz vem sendo objeto de uma pesquisa, no Rio de Janeiro, voltada, principalmente, para pacientes com câncer, embora alguns pacientes com Aids tenham sido incluídos nesta pesquisa. Tem sido usada através de dinamização (formulação homeopática), e sempre como coadjuvante dos tratamentos habituais. Não há qualquer indicação de sua utilização para substituir a terapia anti-retroviral, uma vez que esta tem demonstrado, através de inúmeros trabalhos científicos em todo o mundo, eficácia na restauração do sistema imunológico, e na diminuição da carga viral de pacientes infectados pelo HIV.

Comentário do Prof. Dr. Hélion Póvoa Filho em 06 de abril de 1967 – editado no Livro Forças do Espírito.

O Professor Francisco Rocha Lagoa Consultado pelo Ministro da Saúde, para o início de pesquisas em torno de uma erva chamada avelós possivelmente utilizada na cura do câncer pela medicina popular. Durante um almoço composto de convidados médicos, entre eles o Prof. e Dr. Guilherme Lacorte. Expôs as virtudes dessa “plantinha” na luta contra o câncer. Os resultados eram surpreendentes, após dois anos de pesquisas, o Prof. Hélion e sua equipe conseguem isolar o principio ativo do avelós, um alcalóide poderosíssimo que parecia ser capaz de curar, no mínimo, algumas espécies de câncer.

O conflito foi grande contra os conservadores.

SERVIÇOS: Informações

Por Lelington lobo Franco
lelingtonevergreen@bol.com.br




AVELOZ Homeopatia e Gotas:

-Glóbulos homeopáticos > https://www.facebook.com/farmacialeonvannier/ 

-Pessoas que fornecem o Aveloz, indicada por amiga. Segundo ela é feito por pessoas especializadas, cobra o valor do frete ou o que a pessoa possa ajudar ou não. Centro Espírita Herculano Pires - Bom Jardim - PE. www.avelos.com.br
__________________
E nunca é demais comentar da importância de se tratar simultaneamente os padrões mentais que estão por trás daquilo que se apresenta no corpo físico.
CUIDE BEM DE VOCÊ
Há mais de 20  anos cuidando bem de você (1996 - 2017)
AVALIAÇÃO por RADIESTESIA na dimensão MENTAL do distúrbio, que afeta o EMOCIONAL COMPORTAMENTAL, interferindo na SAÚDE FÍSICA do ser humano.
ATENDIMENTO ONLINE BRASI

Google + 1

Talvez se interesse:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florais e Cia...