segunda-feira, 5 de julho de 2010

240- Por uma música biologicamente sensata

As 5 Leis Biológicas Naturais contidas na música

Muito raramente existem saltos quânticos na ciência.

E sobre um destes trata o livro da jovem pianista italiana Giovanna Conti, de Parma, Itália.

Até o presente temos aprendido em nossas universidades a diferenciar radicalmente entre “Ciências Naturais” – as quais podem ser comprovadas com rígido sentido lógico, e Ciências Humanas, as quais não se podem comprovar, mas sim apenas acreditar ou sobre as quais pode-se proferir um discurso mais ou menos inteligente. Dentre as últimas pertencem a filosofia, teologia, medicina, arqueologia, ciências lingüísticas, pedagogia e... a música.

Há 27 anos, já existe a Nova Medicina Germânica (abreviada “Germânica”) que é evitada com todo o vigor pela plutocracia para o tratamento das pessoas normais. Como esta “Germânica” não possui uma hipótese sequer, ela preenche todos os critérios de uma ciência natural exata.

É a primeira vez na história da ciência médica, a qual até então tem 5.000 hipóteses (a teologia tem somente 100, a filosofia está nessa mesma ordem de grandeza), que então esta medicina através da “Germânica” se tornou pela primeira vez uma ciência natural reproduzível.

As 5 Leis Biológicas Naturais contidas na música

E agora aconteceu algo inconcebível:

A ciência humana/social Música, que excetuando da base física das freqüências de cada tom (na física chamado de acústica), que tinha muitas hipóteses da mesma forma como todas as chamadas ciências humanas, que esta ciência humana Música juntamente com a “Germânica”, a qual tornou a medicina pela primeira vez em ciência natural, de repente se engrenaram perfeitamente à medida em que ela contem agora as 5 Leis Biológicas Naturais da Nova Medicina Germânica!

Uma ciência humana, ou seja, a Música, que contem as 5 férreas Leis Biológicas Naturais! Até então inimaginável!

A permissão para descobrir tal fato é mérito da jovem pianista italiana Giovanna Conti, de Parma, Itália.

Ela própria adoeceu por causa de um conflito biológico e quiseram operá-la e submetê-la a seções de quimioterapia. Ela então conheceu a “Germânica” e aprendeu a entendê-la corretamente.

Ela mergulhou de corpo e alma nesta forma de pensar e...

Ela descobriu que a maioria das peças musicais clássicas se dão de acordo com estas 5 Leis Biológicas Naturais da “Germânica”.

Ela foi e é também, como pessoa diretamente atingida, a única musicista que entendeu por completo a “Germânica”. E por isso somente ela pôde realizar esta gigantesca descoberta.

De forma geral, por exemplo, as partes individuais de uma Sinfonia, aquele Coerente Programa Biológico Especial da Natureza, como nós denominamos, ou seja, um completo conflito existencial biológico da vida do compositor, é descrito por ele através de tons ao invés de palavras.

Com isso, agora não só a música recebe uma nova dimensão de tirar o fôlego, pois as 5 Leis Biológicas Naturais da “Germânica”, como nós reconhecemos fascinados, também se encontram na música, natural e provavelmente também em muitas outras áreas: pintura, escultura, dança – em todas as disciplinas relacionadas à música.

A fronteira ou barreira entre a arte musical e as rígidas ciências naturais da “Germânica”, com suas 5 Leis Biológicas Naturais, caíram por terra.

Como dito, é uma nova dimensão cósmica que se abre à nossa frente.

Nós podemos entender agora a música segundo a ciência natural.

Se conhecermos a biografia do compositor, podemos entender até musicalmente qual conflito existencial biológico – um Coerente Programa Biológico Especial da Natureza (cujas ambas as fases nós classificávamos anteriormente de forma errônea como “doença”), o compositor representou ou quis representar através da música durante sua vida.

Provavelmente, é a primeira vez na ciência histórica onde a ciência humana e a ciência natural estão visivelmente unidas. Ter descoberto isto, devemos agradecer à nossa jovem pianista italiana Giovanna Conti, a qual chamamos a partir de agora, em tom de brincadeira, de “Giovanna nationale”.

Ela teve simplesmente, com o charme e entusiasmo dos jovens, a sorte dos habilidosos e fez uma descoberta tão fundamental como esta, e que os músicos, especialmente os italianos, irão venerá-la como uma santa a partir de agora.

Dr. Ryke Geerd Hamer

http://www.pilhar.com

Fonte

Google + 1

Talvez se interesse:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florais e Cia...