quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Anona


A anona o a fruta da árvore de anona, fruta do conde ou graviola é um produto milagroso para matar as células cancerosas. É 10.000 vezes mais potente que a quimioterapia. Porque não estamos inteirados disto? Porque existem organizações interessadas em encontrar uma versão sintética, que lhes permita obter lucros fabulosos..

Com isto, de agora em diante você pode ajudar um amigo que o necessite, fazendo-o saber que lhe convém beber sumo de anona para prevenir a doença. O seu sabor é agradável. E, sem dúvida, não produz os horríveis efeitos da quimioterapia.

E se tem a possibilidade de o fazer, plante uma árvore de anona no seu pátio traseiro. Todas as suas partes são úteis.

Na próxima vez que você queira beber um sumo, peça um de anona.

Quantas pessoas morreram enquanto este segredo tem estado zelosamente guardado para não pôr em risco os lucros multimilionários de grandes empresas?

Você sabe bem que a árvore da anona é baixa. Não ocupa muito espaço. É conhecida com o nome de Anona ou fruta do conde, Graviola no Brasil, guanábana na América Latina e “Soursop” em Inglês.
A fruta é muito grande e a sua polpa branca, doce, come-se direcamente ou usa-se normalmente, para elaborar bebidas, sorvetes, doces etc.

O interesse desta planta deve-se aos seus fortes efeitos anti-cancerígenos. E embora se lhe atribuam muito mais propriedades, a mais interessante dela é o efeito que produz sobre os tumores. Esta planta é um remédio provado para os cancros de todos os tipos. Há quem afirme que é de grande utilidade em todas as variantes do cancro.

É considerada também como um agente anti-microbial de amplo espectro contra as infecções bacterianas e, por isso, é eficaz contra os parasitas internos e os gusanos, regula a tensão arterial alta e é anti-depressiva, combate a tensão e os distúrbios nervosos.

A fonte desta informação é fascinante: provém de um dos maiores fabricantes de medicamentos do mundo, que afirma que depois de mais de 200 provas de laboratório, realizadas a partir de 1970 os relatórios revelaram que

Destrói as células malignas em 12 tipos de cancro, incluindo o do cólon, do peito, da próstata, do pulmão e do pâncreas… 

Os compostos desta árvore demonstraram actuar 10.000 vezes melhor retardando o crescimento das células de cancro do que o produto Adriamycin, uma droga quimioterapêutica, normalmente usada no mundo. 

E o que é todavia mais assombroso: este tipo de terapia, com o extracto de Anona, Fruta do conde, Graviola, ou Guanábana, destrói apenas as células malignas do cancro e não afecta as células sãs.

Texto recebido de um PPS

Instituto de Ciências da Saúde, L.L.C. 819 N. Charles Street Baltimore, MD 1201

*****
Lena Rodriguez

Google + 1

Talvez se interesse:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florais e Cia...