sexta-feira, 3 de junho de 2011

A Alegria da Música

Música e Medicina

“Instrumentos musicais existem não por causa deles mesmos, mas pela música que podem produzir. 
Dentro de cada instrumento há uma infinidade de melodias adormecidas, à espera de que acordem do seu sono. 
Quando elas acordam e a música é ouvida, acontece a Beleza e, com a Beleza, a alegria. 
O corpo é um delicado instrumento musical. É preciso cuidar dele, para que ele produza música. Para isso, há uma infinidade de recursos médicos. E muitos são eficientes. 
Mas o corpo, esse instrumento estranho, não se cura só por aquilo que se faz medicamente com ele

Ele precisa beber a sua própria música. Música é remédio. 

Se a música do corpo for feia, ele ficará triste – poderá mesmo até parar de querer viver. Mas se a música for bela, ele sentirá alegria e quererá viver. 
Em outros tempos, os médicos e as enfermeiras sabiam disso. Cuidavam dos remédios e das intervenções físicas – bons para o corpo – mas tratavam de acender a chama misteriosa da alegria. Mas essa chama não se acende com poções químicas

Ela se acende magicamente. Precisa da voz, da escuta, do olhar, do toque, do sorriso. 

Médicos e enfermeiras: ao mesmo tempo técnicos e mágicos, a quem é dada a missão de consertar os instrumentos e despertar neles a vontade de viver…”. Rubens Alves...  Fonte 

_____


ESSÊNCIAS MUSICAIS DE BACH 
(Johann Sebastian Bach)
Lena Rodriguez


Google + 1

Talvez se interesse:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florais e Cia...