quarta-feira, 22 de maio de 2013

TIMIDEZ TAMBÉM É EGO: Eckhart Tolle explica o tímido, o grande, os medos escondidos e a verdadeira auto-estima



Numa série de entrevistas com a apresentadora americana Oprah Winfrey, o escritor e conferencista alemão Eckhart Tolle, autor de “O Poder do Agora”, discute o livro “Um Novo Mundo – O Despertar de Uma Nova Consciência” (A New Earth: Awakening to Your Life’s Purpose) e, no trecho selecionado e traduzido abaixo, fala especificamente da pessoa tímida, que parece ausente de ego, mas que é fundamentada nas ações do ego tanto quanto uma pessoa que se mostra superior às outras, com “grande auto-estima”. Para um psicólogo isso pode parecer bastante óbvio, mas não na percepção geral das pessoas, onde, como Eckhart Tolle explica, a pessoa tímida “às vezes é tomada erroneamente como uma pessoa sem ego, mas não é assim”. Da mesma forma, ele diz que uma pessoa com aparente alta auto-estima, aquela que “desempenha o papel de ser grande”, também não tem auto-estima verdadeira.

A série de entrevistas de Oprah com Eckhart Tolle faz parte das Aulas Online do popular “Oprah’s Book Club Collection” e tem todas as partes disponíveis em vídeo e áudio online — inclusive com a transcrição (originais, todas em inglês). O trecho abaixo faz parte da Parte 4 e este livro (“Um Novo Mundo…”) é o sexagésimo primeiro da série de discussões da apresentadora.

Segue o trecho traduzido para o português por este blog.
________

OPRAH WINFREY: Mas o que me surpreende é que você diz que geralmente as pessoas que são tímidas também estão agindo a partir de seus egos. E você diz que sempre que nos sentimos superiores ou inferiores a alguém, isso é o ego em você. Porque isso?

ECKHART TOLLE: Bem, se você é tímido, então o que você teme é de se ver querendo algo. Mas então você não está (querendo algo), você não se arrisca…

OPRAH: Então o medo é que a atenção possa tomar a forma de desaprovação ou crítica.

ECKHART TOLLE: Sim. Então porque você tem medo disso, seja qual for a desaprovação ou a crítica, ela representaria um ferimento no seu sentido mentalmente construído de quem você é, que é o ego. Assim seria se, a imagem que eu tenho de mim mesmo como aquela pessoa tão capaz ou o que quer que seja que eu esteja defendendo, assim que eu encontrar uma crítica, o ego imediatamente se sente ferido. E assim uma pessoa tímida não se arriscará a dizer nada porque tem medo da perda do ego. E… às vezes isso é tomado erroneamente como uma pessoa sem ego. Mas não é assim. No profundo interior da pessoa tímida ou de uma pessoa sofrendo de um sentido de inferioridade, lá há o desejo, o suprimido desejo de ser superior. E dentro da pessoa que age com superioridade que parece ter um grande e confiante ego, está sempre o medo escondido que ela possa ser inferior. E toda essa atuação é para compensar o medo escondido de ser inferior.

OPRAH: Okay. Por trás de todo auto-consentimento positivo está o medo escondido de não ser bom o suficiente?

ECKHART TOLLE: Sim.

OPRAH: Por trás de cada auto-consentimento negativo está o desejo escondido de ser maior ou melhor que os outros.

ECKHART TOLLE: Sim.

OPRAH: E onde a auto-estima se encaixa nisso tudo? O que é a real auto-estima? Com o que a verdadeira auto-estima se parece?

ECKHART TOLLE: Bem, primeiro há a auto-estima do ego. Que é realmente, mesmo que você tenha alta auto-estima, com vimos antes, sempre há um medo escondido por baixo. Está sempre lá para compensar o medo que você sente de não ser bom o suficiente ou de ser um fracasso. Então você precisa desempenhar um papel de ser grande para compensar esse medo do fracasso lá no fundo. Mas é assim que o mundo se refere a isso… o mundo diz que ele ou ela tem alta auto-estima. Pessoas que tem grandes egos. Mas o mundo não percebe que isso não é auto-estima verdadeira. A verdadeira auto-estima acontece muito mais profundamente. É encontrar a fonte do poder e da vida que está dentro de nós. Nós falamos a respeito do lago. Perceber que dentro da profundidade do seu ser, lá há a fonte contínua de poder e intensa vida, que é o silêncio a partir do qual tudo nasce. O potencial, o potencial não-expressado de toda forma está lá para todo ser humano. Você tem que se aquietar.

OPRAH: Então a verdadeira auto-estima é perceber que o senso do ser, que a presença, está lá?

ECKHART TOLLE: Que vem dessa quietude.

OPRAH: Que vem da quietude e que a presença em mim é a mesma presença em todas as pessoas.

ECKHART TOLLE: Sim.

OPRAH: E quando você reconhecer isso e age a partir desse espaço dentro de si mesmo, então você tem verdadeira auto-estima.

ECKHART TOLLE: Isso é verdadeira auto-estima, e a auto-estima que não é mais derivada de uma crença que você é melhor do que ninguém.

OPRAH: E assim você não está apegado a nomes ou papéis que você desempenha (na vida). E você fala dos vários papéis que todo mundo tem.

ECKHART TOLLE: Sim. E então você não é mais devastado pela crítica nem fica com tanta raiva quando você é criticado, como o ego fica. O ego ou é totalmente devastado quando você é criticado, ou fica com muita raiva (quando essa auto-imagem é atingida).

________

Timidez está relacionada ao orgulho. E como ela afeta o tímido?
A pessoa tímida, em regra geral, costuma ter uma estrutura rígida, com alto padrão de excelência e, acima de tudo, não admite que possa errar. Seu orgulho (que pode estar perfeitamente mascarado sob outras construções psíquicas) pode ser muito ferido, se ela tiver uma atitude “incorreta”. Então ela prefere se retrair, por medo de errar, de expor uma eventual falha.
Corrigir esse viés da personalidade, não somente é possível como libertador!! Afinal, qual é o problema de errar, podemos SEMPRE................ Escolher outra vez...
Cuide Bem de Você!!


Google + 1

Talvez se interesse:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Florais e Cia...